.'. Kleber Cavalcante de Sousa: 2012

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

A Pedra Angular da Nova Geração



A Ordem DeMolay, enquanto organização social e educadora, exerce um papel muito importante na formação das novas gerações, e é inegável que essas gerações serão responsáveis pelo futuro de nossa nação no mundo. O mundo hoje está muito competitivo e muito exigente e, neste cenário atual, para alcançar o êxito profi ssional é necessário que, logo cedo, as pessoas consigam entender como funciona a nossa sociedade e o mercado. Ser o mais preparado ou o mais inteligente nem sempre garantirá o sucesso profissional. Existem outras competências essenciais, como: Autoconhecimento, capacidade de sonhar, entusiasmo, boa comunicação, liderança, empreendedorismo, humildade, pró-atividade, ousadia, determinação, paciência, disciplina, entre outras. No mundo atual, é preciso desde cedo saber quais talentos você possui e quais são as suas aptidões. É preciso sonhar alto, ter objetivos grandes. É preciso acreditar em você e saber que é possível alcançar os seus objetivos. Entretanto, é preciso planejar, ter uma boa rede de relacionamento, que durante a sua vida sempre estará perto de você. Pessoas determinados são mais capazes de realizar seus planos e alcançam seus objetivos. A nossa Ordem através dos ensinamentos ritualísticos e administrativos oferece aos jovens o conhecimento necessário para que eles possam colocar em prática nas suas atividades, no capítulo, na escola, ou na sociedade, tornando-se um jovem mais preparado, experimentado e mais capaz de construir um futuro melhor para ele, e para a sociedade em que vivemos.
Portanto, entendo que o Sênior DeMolay, através do seu exemplo, tem um papel bastante relevante neste processo de construção de cidadãos e de novas lideranças para o mundo, que é carente de líderes empreendedores - capazes de transformar o mundo num lugar melhor para se viver - onde prevaleça a verdade, o trabalho, a dignidade humana, e a fraternidade. E para isso, é necessário colocarmos em prática o que a filosofia DeMolay nos ensinou, e através de atitudes de honestidade, dignidade, justiça sejamos realmente a pedra angular da nova geração e o farol para iluminar o caminho das pessoas para alcançarmos um mundo mais justo e perfeito.

Ordem DeMolay e a Educação baseada em valores



A educação baseada em valores procura resgatar os valores éticos e morais que são essenciais para a construção de uma sociedade justa e perfeita. O estabelecimento de limites às crianças e jovens é fundamental para que eles sejam pessoas disciplinadas e capazes de entender que na vida, nem tudo o que queremos podemos, e que algumas coisas que queremos e podemos, devem ser evitadas.
A educação baseada em valores consiste no ensino dos valores morais e éticos da sociedade para que estes jovens se comprometam a cumprir as suas obrigações, sem prejudicar o outro. Ensinar, orientar, disciplinar, acompanhar e estimular aos jovens na prática de boas ações, e de ser uma pessoa virtuosa comprometida com a evolução das gerações futuras.
A Ordem DeMolay através de suas atividades ensino conhecimentos filosóficos, morais, espirituais e administrativos, o que contribui para a formação de nossa juventude. Os capítulos DeMolays oferecem o espaço adequado para que os jovens possam testar o que aprendem, sendo um laboratório, onde serão testadas as diversas competências e virtudes ensinadas. Entre elas:  Disciplina, humildade, serenidade, solidariedade, discrição, sinceridade, respeito as pessoas e as suas crenças, fidelidade a princípios e promessas. Ao jovem que verdadeiramente entende e pratica as 7 virtudes cardeais de um DeMolay, certamente será um bom cidadão, e um exemplo para todos. Cumprir promessas é uma das grandes exigências ao jovem que ingressa na ordem, e este ensinamento demonstra à juventude a importância de um valor que na sociedade começa a ser esquecido, que é manter os compromissos assumidos. DeMolay tem que ter palavra. “A palavra de um demolay vale mais do que a sua própria assinatura”. As cerimônias da Ordem DeMolay demonstram aos jovens através da leitura, reflexão e prática que é possível ser um homem de bem, vivendo de forma honrada, e ser um grande servidor de nosso mundo, sem preciso alcançar grandes cargos ou ter grandes fortunas, bastando apenas praticar as virtudes a que fomos apresentados no dia do nosso ingresso na Ordem DeMolay e que a cada encontro temos a oportunidade e rever e aprender novas maneiras de exercitá-las.
Por fim, é importante ainda destacar o compromisso que a Ordem DeMolay exerce com o desenvolvimento dos jovens e da sociedade, através da defesa das escolas públicas, visando garantir a todos jovens mais oportunidades para adquirir conhecimento, se formarem e serem capazes de construir as suas trajetórias de vida, de forma honrada, em busca da realização pessoal e do sucesso !

Kleber Cavalcante de Sousa é Ex-MCE/RN, EX-GME/RN e atual Vice-Presidente da comissão de educação e operações DeMolay.

O LÍDER EMPREENDEDOR

O Líder Empreendedor - O Líder  que o Mundo Precisa.


sexta-feira, 13 de julho de 2012

PALESTRA NA CAERN ABORDA ÉTICA E EMPREENDEDORISMO NO SERVIÇO PÚBLICO



Ministrarei palestra para os novos colaboradores da CAERN - Companhias de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte, durante Encontro realizado para recepcioná-los e integrá-los a Companhia ! Serão abordados temas quie tratam da carreira do servidor público, cenários da administração pública e oportunidades no serviço público! 

O tema da palestras será : Ética, Empreendedorismo e a Gestão de Carreira no Serviço Público.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

FORÇA PARA CONTINUAR



       Em nossa vida surgem momentos que se assemelham a um furacão. De forma inesperada, e provocando mudanças imensas em nossas emoções, atitudes e pensamentos, transformando profundamente a nossa maneira de viver. Esse “furacão” pode afetar a nossa estima, a nossa coragem e até mesmo o nosso ânimo para a realização de nossas atividades mais triviais, como o trabalho. Esse furacão pode ser causado pela perda de um ente querido, pelo fracasso em nossos projetos, ou simplesmente por termos um sonho frustrado. Um antigo provérbio chinês diz: que “Jamais se desespere em meio às mais sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.” É importante entender que tudo na vida há uma razão, nada acontece por acaso. Por isso, a prática da serenidade é tão importante, deve-se evitar tomar decisões intempestivas, por impulso, e até mesmo, falar algo que você possa se arrepender. Tem que se ter paciência, pois na hora certa as coisas aconteceram, tudo a seu tempo, o importante é que você continue a fazer o sue papel, a realizar as suas atividades, sem se desesperar, tampouco, deixar que a negatividade tome conta de você.
       O ser humano é bastante complexo e está integrado ao ambiente em que vive, tanto transforma esse ambiente, como sofre transformações impostas pelo ambiente que passa por constantes mudanças.Neste contexto é importante destacar que um dos fatores que faz a diferença para as pessoas superarem estes momentos de dificuldades, e se recuperarem de grandes percas, é a sua capacidade de reagir positivamente a estes grandes testes, e desafios a que foram submetidas.
       É preciso ter vontade de continuar, de lutar contra a tristeza, afastando os pensamentos negativos que surgem com a saudade e com o inconformismo da perda. Não se pode deixar a revolta e a imprudência tomarem conta de você. É preciso ter paciência e serenidade para tomar as decisões que precisam ser tomadas. Quando se está passando por problemas deste porte, que envolvem grandes perdas, e principalmente, quando se tem a noção que estas são irremediáveis, isto é, que não tem como se mudar, é que o ser humano adquire a consciência de sua impotência frente as leis universais, e ai, neste sentido preciso buscar a ajuda necessária para tentar sair deste momento de sofrimento e de dor. Como dizia Santo agostinho: “ "Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer." O ser humano pode-se entregar e desistir, é preciso continuar lutando, vivendo, realizando as suas atividades, contribuindo com o que tem de se feito. Sei que não é fácil, que a saudade e a dor, são sentimentos muito fortes, mas é preciso entender que é através do amor que podemos vencer todo o mal.
        Quando se vive com na existência de um Criador, onipresente, onisciente  onipotente, consciente de que as suas leis são perfeitas, e que existem para contribuir com o crescimento de todos;
         Quando se desenvolve a esperança na existência de um mundo melhor, baseado na justiça divina, do Pai Celestial, o Grande Arquiteto do Universo, que concede a todos o livre arbítrio (liberdade) para conduzir as suas vidas trilhando o caminho escolhido em busca da realização de seus sonhos, conforme seus desejos e vontades, e que todos estarão sujeitos as consequências das decisões tomadas, e mais cedo ou mais tarde haveremos de prestar contas destas decisões
        E ainda, que quando se vive procurando fazer o bem, servir a comunidade, equilibrando os seus desejos pessoais com os da coletividade, contribuindo para melhorar a vida das pessoas, fazendo caridade e difundindo a cultura do bem
Tenho plena consciência de que é possível vencer qualquer adversidade, com Fé, Esperança e Caridade, pois assim vamos buscando a Força para continuar nossos projetos e empreendendo nossas atividades, buscando o nosso aperfeiçoamento pessoal e profissional e contribuindo na construção de um mundo melhor e mais justo.



terça-feira, 12 de junho de 2012

Vale do São Francisco receberá Palestra sobre Realização Pessoal

Petrolina - Juazeiro
A região do Vale do São Francisco receberá em breve a visita do Professor e Administrador Kleber Cavalcante de Sousa, que ministrará uma palestra para jovens, empreendedores, empresários e demais segmentos da sociedade de Petrolina/PE, enfocando temas ligadios a busca da realização pessoal, virtudes, competências, empreendedorismo, etc.
 Aguardem mais notícias!!!

segunda-feira, 4 de junho de 2012

INSTITUTO AMRA ORGANIZA AÇÃO PARA FAZER O BEM

Prezados amigos,

Informo a todos que estamos iniciando as atividades do Instituto AMRA com uma ação social bastante interessante, para ajudar as crianças do Hospital Varela Santiago.  Recebemos autorização da escritora Noelma Cavalcante de Sousa, para fazer a doação de 50 % do que valor de venda do seu livro de Poesias " A descoberta", que será vendido a R$ 12,00. Compre o livro A descoberta e faça o bem, ajudando as crianças de uma instituição que cuida de crianças com câncer.

sábado, 12 de maio de 2012

A REALIZAÇÃO PESSOAL ATRAVÉS DOS PRINCIPIOS ROSACRUZES

Palestra em João Pessoa/PB
A busca pela realização pessoal é um dos grandes objetivos de muitos seres humanos. Que se dedicam a realizar diversas atividades, buscando a realização de seus sonhar.  Esta palestra foi concebida no intuito de ajudar as pessoas a usar as ferramentas da natureza, e as que dispõe de forma ética, e honesta para construir o caminho do sucesso.
Baseado em 2(dois) livros que tratam deste tema, trabalhamos diversas competências que as pessoas precisam adquirir e colocar em prática para alcançar o domínio da vida.

domingo, 29 de abril de 2012

Adm. e Prof. Kleber Cavalcante no CONGRESSO DeMOLAY

        

CONGRESSO ESTADUAL DA ORDEM DeMOLAY
       Adm. e Prof. Kleber Cavalcante fará a palestra de abertura do CONGRESSO ESTADUAL DA ORDEM DeMOLAY, na próxima sexta-feira, dia 04/05/2012, a se realizar  na Cidade de São José de Mipibú/RN. Na palestra "Liderança Empreendedora - um novo Líder para um Novo Mundo" evidencia as grandes mudanças que tem ocorrido no mundo pós-contemporâneo e enaltece a importância do Líder como fator de desenvolvimento das pessoas e das organizações. Ele abordará o Líder e seus Papéis, enfocando a Liderança Visionária, Liderança Missionária, Liderança baeada em virtudes, O Líder Empreendedor. Serão tratados ainda sobre os grandes problemas que enfrentamos em nossa sociedade, que são causados pela falta de líderes comprometidos com o interesse coletivo, mas apenas com seus objetivos pessoais.
          Nesta palestra o autor de "Caminhos do Sucesso - a realização ao seu alcance" pretende ainda orientar e mostrar a todos que é possível alcançar seus objetivos, desde que tenham um bom planejamento, conhecçam seus pontos forte e fracos, e que tenham capacidade de ousar e empreender.
        Portanto, lembrem-se que "O nosso mundo muda, quando nós mudamos". Devemos ter a coragem e sabedoria para realizar as mudanças que nossa sociedade precisa, contribuindo assim para a construção de um país mais justo e perfeito.




sexta-feira, 27 de abril de 2012

VISITA TÉCNICA A UPTEC - UNIVERSIDADE DO PORTO

Visita Técnica ao Parque Tecnológica da Universidade do Porto - Portugal
Visita técnica a UPTEC - Parque Tecnológica da UNIVERSIDADE DO PORTO - Portugal, onde existem mais de 160 empresas da área de tecnologia incubadas, que recebem apoio e orientação da Universidade, para desenvolverem suas atividades, até que estejam maduras para ocuparem seu espaço no mercado. Um trabalho bem interessante e importante para o sucesso das empresa e para garantir oportunidades de trabalho para os jovens empreendedores da Região Norte de Portugal!

VISITA TÉCNICA A UNIVERSIDADE DO PORTO - UPIN

Gestores da UPIN - Universidade Porto Inovação
Visita técnica a UPIN - UNIVERSIDADE DO PORTO INOVAÇÃO com a finalidade de conhecer o trabalho da UNIVERSIDADE DO PORTO em Prol da Inovação e do Empreendedorismo.Uma equipe bastante competente e integrada que trabalha no desenvolvimento da cultura da inovação, no relacionamento da Universidade com as Empresas, fomentando a cultura do Empreendedorismo, estimulando aos ex-alunos a manterem vínculos com a Universidade e principalmente orientando e realizando ações para que a comunidade acadêmica seja capaz de contribuir para que os alunos e servidores sejam capazes de criarem START´UPS e SPIN OFFS.

VISITA TÉCNICA A UNIVERSIDADE DO AVEIRO - PORTUGAL

Visita Técnica a Universidade do Aveiro
Visita técnica a Universidade do Aveiro - Portugal, oportunidade de conhecer o trabalho da área de transferência tecnológica e das ações em prol do empreendedorismo e do desenvolvimento da cultura da Inovação e da integração da Universidade com a comunidade.

VISITA AO IST - INST. SUPERIOR DE TECNOLOGIA PORTUGAL

Visita técnica ao Instituto Superior de Tecnológico - IST PORTUGAL
Visita técnica ao IST - Instituto Superior de Tecnologia de Portugal, oportunidade de conhecer o trabalho da área de transferência tecnológica e das ações em prol do empreendedorismo e da integração da Universidade com a comunidade.

sábado, 17 de março de 2012

A REALIZAÇÃO PESSOAL ATRAVÉS DOS PRINCIPIOS R+C LISBOA - PORTUGAL


          Professor e Administrador Kleber Cavalcante de Sousa leva sua palestra MOTIVACIONAL A EUROPA, agora enfocando a questão da realização pessoal através dos principios Rosacruzes,tratando de temas como: A felicidade, a Realização Pessoal, Nossos sonhos, Planejamento de vida, Perseverança, Fé, Coragem, Ética, Autoconhecimento, Foco, disciplima, Competências, Técnicas de visualização, e meditação, o uso da intuição, entre outros.
       A Ordem Rosacruz, AMORC é uma organização internacional de caráter místico-filosófico, que tem por missão despertar o potencial interior do ser humano, auxiliando-o em seu desenvolvimento, em espírito de fraternidade, respeitando a liberdade individual, dentro da Tradição e da Cultura Rosacruz."


 
Palestra Loja Rosacruz Lisboa - Portugal

quinta-feira, 15 de março de 2012

EUROPA RECEBE PALESTRA DO ADM. E PROF. KLEBER CAVALCANTE DE SOUSA




LOJA ROSACRUZ LISBOA - Local da Palestra
         Portugueses recebem no Próximo dia 24 de Março, na LOJA ROSACRUZ LISBOA, o Administrador e Professor Kleber Cavalcante de Sousa, que ministrará a palestra " A REALIZAÇÃO PESSOAL ATRAVÉS DOS PRINCIPIOS ROSACRUZES". Através de um trabalho de pesquisa e estudo nos livros " Caminhos do Suceso - a realização ao seu alcance", do próprio autor, e "Principios Rosacruzes para o Lar e os Negócios", de Spencer Lewis. Nesta palestra o Professor Kleber Cavalcante, que també é Rosacruz demonstra de forma muito didática a importância do conhecimento das leis da natureza, e do uso adequado dos principios que contribuem para o alcance da realização pessoal das pessoas.

            Esta palestra já foi ministrada na LOJA ROSACRUZ NATAL.

Cartaz da Palestra Realizada na LOJA R+C NATAL
NOTICIAS SOBRE O EVENTO SERÃO POSTADOS DIRETO DA EUROPA.

sexta-feira, 9 de março de 2012

A ECONOMIA DO LIXO

                 O Brasil é um dos Países que mais se desenvolve no mundo contemporâneo. Um desenvolvimento que traz grandes benefícios para a população em geral. Dentre esses benefícios destaco o aumento do acesso a educação, aumento de investimentos em infra-estrutura, maior poder de atração de investimentos internacionais, aumento de crédito, aumento de oferta de empregos, e o aumento de poder aquisitivo das pessoas, fatores que tem contribuído de forma decisiva para aumentar o consumo em nosso país, fortalecer o ciclo econômico.
                É importante destacar, que este crescimento econômico quando não bem planejado, que é o caso dos países em desenvolvimento, como China, Índia, Africa do Sul, e o Brasil vem gerando problemas para a sociedade, como o caso do mau uso dos recursos naturais, e a grande produção de lixo.
                Com relação ao mau uso dos recursos naturais o governo e as organizações sociais tem trabalhado orientando e fiscalizando esta ação, para tentar diminuir a degradação ambiental, através do aumento da publicidade e da fiscalização, inclusive multando os infratores. Estas ações tem alcançado alguns resultados positivos, apesar de ainda serem muito abaixo do esperado.
               Já no caso do lixo, os dados preocupam. O Brasil produziu 60,8 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos em 2010. De acordo com o levantamento feito pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), a média de lixo gerado por pessoa no país foi de 378 quilos (kg). Ao longo de 2010, o montante chegou a 60,8 milhões de toneladas de lixo. Dessas, 6,5 milhões de toneladas não foram coletadas e acabaram em rios, córregos e terrenos baldios. Os programas de coleta seletiva também deixaram de avançar: dos 5.565 municípios brasileiros, 3.205 possuem alguma iniciativa de coleta seletiva. É verdade que estas ações visando a educação ambiental exigem o envolvimento de vários setores da sociedade, pois sem a participação da população e das organizações sociais não se alcançará o êxito desejado.
              Uma excelente iniciativa governamental foi a criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) aprovada pelo CONGRESSO NACIONAL, e regulamentada em dezembro de 2010. Um dos principais pontos desta política é a extinção dos lixões até 2014, o que significa que os 61% dos municípios brasileiros que ainda destinam o lixo de forma inadequada têm pouco tempo para se adaptarem. Entendo que esta ação é bastante relevante para a redução da poluição pois o plano prevê a necessidade do reaproveitamento dos resíduos sólidos, através da produção de novos insumos e até novos produtos, que podem ser produzidos aproveitando os resíduos. Neste processo de readaptação da sociedade visando adquirir a cultura da reciclagem, do reaproveitamento e do retorno dos resíduos, observo grandes oportunidades para os empreendedores sociais, que através da sua liderança, iniciativa e capacidade de mobilização podem se organizar nos municípios brasileiros criando associações e se credenciando juntos aos órgãos públicos visando dar a sua contribuição para o sucesso desta política pública, e ainda contribuir na geração de renda para as populações menos privilegiadas, visto que diversos serviços serão necessários para a implementação desta atividade, entre eles : A orientação da população, a coleta, a separação, a armazenagem, e manejo dos equipamentos para a transformação dos resíduos, etc.
               Entretanto é preciso que os gestores públicos trabalhem de forma mais contundente preparando seus municípios para esta nova realidade. Diversas ações devem ser realizadas neste sentido, entre elas destaco: Implantação de uma cultura ambiental, através de atividades nas escolas, realizar ações públicas que tratem sobre a importância da reciclagem, do reaproveitamento e da reutilização. Conceder benefícios sociais e fiscais para as empresas que menos produzirem lixo e para as que mais realizarem ações ligadas a reciclagem, firmar parcerias com instituições visando a realização de ações educativas e práticas para orientar e educar as pessoas para a redução da produção de lixo, para reciclagem, e o reaproveitamento, implantar coletores de lixo reciclável pelos diversos pontos da cidade, estimular a criação das associações de catadores, treinar e capacitar as pessoas para trabalhem pela diminuição da produção de lixo.
               Portanto, vislumbro uma grande oportunidade para o sucesso desta política ambiental, visto que além de trazer benefícios sociais, ambientais, também contribui na melhoria econômica de algumas famílias, tornando as pessoas úteis e participantes do processo produtivo. Neste sentido entendo que é preciso todos trabalhar em prol do sucesso desta política que pode transformar um problema social e ambiental, em uma ferramenta para resolvermos outro grande problema de nosso País, que a falta de renda de algumas pessoas na região do semi-árido nordestino.

domingo, 4 de março de 2012

RN - PORTAL DAS AMÉRICAS

         
  Uma das grandes características destes novos tempos é a maior mobilidade das pessoas e das organizações. As pessoas se deslocam com muita mais facilidade em busca de melhores condições para se viver e para executarem suas atividades profissionais. Já as empresas se instalam hoje nas regiões que oferecem as melhores condições de infra-estrutura, logística, maior oferta de mão-de-obra, e de materiais primas. Assim observa-se que as regiões do planeta que conseguem oferecer as melhores condições são as mais capazes de atrair grandes investimentos e grandes organizações, que ao se instalarem nestas regiões contribuem de forma importante para o desenvolvimento regional. As regiões que possuem mão-de-obra qualificada, estrutura logística adequada, mercado consumidor forte, estabilidade social, econômica e política são consideradas as ideais por estas organizações.
           Neste contexto, o Brasil tem implementado estratégias objetivando adquirir as condições ideais para atrair investimentos, quer sejam através da instalação das indústrias e empresas modernas de tecnologia, quer seja através da indústria do turismo. O sucesso destas ações contribui para gerar emprego, renda, e o desenvolvimento regional.
           O Investimento na infra-estrutura do País é fundamental para o alcance desta condição adequada. O Brasil em décadas passadas fez escolhas erradas do ponto de vista logístico, priorizando a criação de rodovias e concentrando a produção apenas nas regiões sul e sudeste. Hoje, observa-se um grande esforço do governo visando recuperar o tempo perdido, e buscando criar novos pólos de desenvolvimento, aproveitando as potencialidades regionais.
           Investimentos em infra-estrutura é uma importante estratégia governamental para tornar o País mais atrativo para investimentos e capaz de gerar riquezas para a sua população, contribuindo de forma efetiva para diminuir as diferenças regionais. A localização geográfica do Nordeste Brasileiro, e em especial do Rio Grande do Norte sempre foi destacada como um dos grandes diferenciais de nosso estado, e que favoreceria o desenvolvimento econômico do RN, fato este que por fatores diversos, não se concretizou, mas que agora vem sendo o principal tema das discussões e ações dos nossos agentes públicos, que tem percebido que através de ações articuladas podem  construir condições necessárias o desenvolvimento. Evidencia-se aí algumas obras estruturantes, como por exemplo : O aeroporto de São Gonçalo do Amarante, a duplicação da BR 101, a duplicação da BR 304(projeto), a ampliação do Porto de Natal(projeto), a criação do instituto do Cérebro,  a criação das ZPEs de ASSU e MACAÍBA , a criação dos parques eólicos no litoral e no sertão central e a expansão das IES- Instituições de Ensino Superior no RN (UFERSA, A UFRN, IFRN ) demonstra este excelente momento favorável que se vive no Rio Grande do Norte.
           Apesar deste trabalho concentrado em prol de tornar o Rio Grande do Norte mais atrativo aos investimentos nacionais e externos, ainda percebo uma carência muito grande em investimentos na qualificação profissional da população para poder aproveitar este grande momento em que estamos vivendo e que viveremos em breve.
           Excetuando-se o trabalho de expansão das Instituições de ensino Superior instaladas em nosso estado, não identifico nenhuma ação importante articulada pelos órgãos responsáveis  para qualificar os jovens e preparar aqueles que estão fora do mercado de trabalho para aproveitarem estas oportunidades que estão surgindo, com a expansão da economia e com os investimentos na infra-estrutura de nosso estado. Nossa população precisa ser preparada para estar apta a participar e entrar neste mercado de trabalho, que ora surge, com novas profissões, que se utilizam de novas tecnologias, e em especial as ligadas a área de logística, visto que estas ações na infra-estrutura de nosso estado contribuem de forma importante para que o Rio Grande do Norte venha a ser a porta de entrada de pessoas e cargas na América do Sul. 
           Acredito que o sucesso das estratégias implementadas para tornar o Rio Grande do Norte a porta da América do Sul, passa essencialmente pela qualificação profissional, e isto exige a formação de profissionais para atuar nas áreas de inteligência logística, tecnologia da informação, gestão de suprimentos, entre outros.
           Neste novo cenário que surge será preciso que as pessoas sejam mais competitivas, mais produtivas e mais suscetíveis as mudanças, sendo mais capazes de empreender e usar a criatividade em prol de encontrar soluções para os problemas do dia-a-dia do seu trabalho.
           Portanto, vislumbro um cenário de muitas oportunidades de trabalho e de renda, mas com pouca gente qualificada para as melhores posições, pois percebo que as pessoas não estão se qualificando, e os governos não estão estimulando neste sentido.

EDUCAÇÃO TRANSFORMADORA

 Ao viajar pelos recantos de nosso estado percebo ainda uma grande dificuldade dos Empreendedores locais de desenvolver seus projetos e empreendimentos. A paisagem seca e árida do sertão de nosso estado faz os empreendedores se questionarem se é possível produzir algo numa região de tantas adversidades, poucos investimentos públicos e falta de interesse governamental e baixa densidade demográfica. 
Desde a época da colonização do Brasil ir para o interior do País era missão para os mais destemidos, pois além das dificuldades de mantimentos, e do clima, haviam ainda os índios que resistiam de forma agressiva a chegada do homem Europeu às nossas terras.  A  Expansão da Pecuária como forma alternativa de economia para os potiguares no período da colonização do interior do Rio Grande, exigiu grandes esforços e muita coragem daqueles desbravadores.
           Hoje os empreendedores não precisam enfrentar “selvagens”, tampouco faltam mantimentos, as dificuldades estão ligadas a escassez de mão-de-obra qualificada e de poder aquisitivo da população.
           Entretanto acredito que em pouco tempo esta realidade mudará. Na verdade já tem mudado, com a expansão da educação federal pelo interior do Nordeste, expansão esta, que contribui de forma importante para mudar a mentalidade e a cultura das pessoas que moram nestas regiões. A chegada de servidores docentes e técnicos administrativos concursados para estas regiões com a implantação das IES – Instituições de Ensino Superior gera uma integração de conhecimento, aumento do poder econômico do município e o surgimento de novas oportunidades para os empreendedores. O que estimula a população local a buscar mais conhecimento e tecnologia para empreender e viver melhor.
           É importante ainda destacar que a grande maioria destas expansões levou em consideração as potencialidades econômicas das regiões beneficiadas, favorecendo formação de mão-de-obra qualificada, com reais perspectivas de empregabilidade. Esta ação favorecerá ao fortalecimento dos pólos econômicos do nosso Estado, conforme destaco: Mossoró e Região com Sal, Petróleo, castanha de Caju e Fruticultura Irrigada. Região do Vale do Açu com a fruticultura irrigada e o pólo ceramista. A região de Macau/Pendências com a Pesca e Petróleo. A região do Seridó com a pecuária de corte e leiteira, destacando a produção de queijos e a produção de minérios. A região do Sertão central com a pecuária leiteira, criação de caprinos/Ovinos e Mineração em Lajes, Trairi/Potengi com pecuária e têxtil e nos municípios da grande Natal destacamos o Turismo e serviços.
          Com a chegada dos Cursos de Engenharias,  Ciência e Tecnologia e Informática no sertão central, no Médio e alto Oeste do RN, através dos Campis da UFERSA, instalados em Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros percebe-se claramente a necessidade de empenho dos gestores na busca de empresas e organizações que desejem se fixar próximo a esses municípios visando aproveitar as potencialidades locais, interagir com a comunidade científica, e principalmente aproveitando a mão-de-obra gerada por estas Universidades.
           Estas mudanças na economia e na vida social dos municípios, que agora passam a ser pólos de atração de jovens e profissionais ligados a educação gera um ambiente favorável ao surgimento de novos negócios. Vislumbro boas oportunidades para essas regiões, entretanto, entendo que é preciso haver uma articulação melhor entre os gestores municipais, o governo estadual, as Instituições de Ensino Superior, os órgãos de desenvolvimento econômico, as Instituições de fomento, e as associações de classe, em especial a FECOMÉRCIO para que seja possível se planejar melhor o desenvolvimento destes municípios e regiões, orientando e preparando as pessoas para que sejam capazes de empreender neste novo cenário, favorecendo assim que estas oportunidades sejam aproveitadas pelas pessoas da região, pois algum empreendedor certamente irá aproveitá-las e conseguir alcançar o sucesso.
           É preciso que os gestores públicos trabalhem para levar investimentos que criem empregos e possam gerar renda nas regiões com altos índices de desemprego, violência e de emigração da população. Acho muito importante e sei da questão estratégica da Energia para qualquer região, entretanto percebo que se tem promovido de forma demasiada a instalação de parques de energia eólica em nosso estado, mas a geração de empregos para a população é insignificante. Os gestores precisam focar na geração de emprego e renda, e incentivar a interiorização da industrialização do estado, focando nas potencialidades de cada município, estimulando a economia local, regional e a estimulando os fluxos migratórios pelo estado, atraindo as pessoas mais qualificadas para estas áreas de expansão econômica, aliviando a pressão demográfica que existe na Grande Natal.
           Portanto, se desejamos que o nosso estado continue a crescer,  nossos líderes precisam trabalhar firmemente em prol de um planejamento de médio e longo prazo para que que este momento seja muito bem aproveitado.
        Assim é preciso destacar o trabalho de alguns parlamentares, principalmente o da Deputada Fátima Bezerra, do Partido dos Trabalhadores que tem se dedicado de forma intensa a trabalhar pela expansão da educação tecnológica e superior pelo interior do Rio Grande do Norte.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A COPA DE 2014, O TURISMO E NISIA FLORESTA

            A indústria do Turismo vem apresentando resultados positivos nos últimos anos e a atividade se consolida como um importante vetor de desenvolvimento da economia mundial e brasileira. Não obstante os impactos da crise financeira internacional, onde a EUROPA e os ESTADOS UNIDOS continuam a atravessar momentos de instabilidade econômica, há uma expectativa positiva em relação ao crescimento das atividades neste setor importante da economia mundial. Segundo dados da OMT – organização Mundial do Trabalho – o Turismo é responsável pela geração de 6% a 8% do total de empregos no mundo. Além disto, é uma das atividades econômicas que demanda o menor investimento para a geração de trabalho.
         O Brasil vive um momento bastante favorável no cenário internacional, alcançado em razão de ações efetivas e contínuas dos últimos governos, em prol da melhoria das condições de vida da população brasileira, desde a estabilização da moeda, até a política de distribuição de renda e do aumento do poder de compra do salário mínimo. Uma eficiente política de articulação com outros países e ações de marketing constante, aliado aos interesses de grandes grupos econômicos internacionais favoreceram o Brasil a sediar importantes eventos esportivos globais. A COPA DO MUNDO DE FUTEBOL FIFA 2014 e OS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016, este último sediado na cidade do Rio de janeiro.
          A realização destes eventos no Brasil contribuirão para gerar um forte impacto na economia Nacional, não só pelo aumento do fluxo de turistas de todo o mundo, mas também pelos investimentos que serão realizados pela iniciativa pública e privada em nosso país, visando atender as necessidades deste grande número de consumidores que estarão presentes nas cidades sedes da copa do mundo em 2014, bem como no Rio de Janeiro em 2016. É importante ainda destacar que muitos destes turistas aproveitarão este momento para conhecer cidades e regiões de nosso país, mas para que isso venha acontecer, é preciso que aja um trabalho para estimular esta integração, bem como se ofereça condições de acessibilidade e mobilidade adequadas para isso. E isto ainda não temos. Diversos setores da economia Nacional poderão ser beneficiados com estes eventos, dentre eles podemos citar: Construção civil, Aviação, Combustíveis, Varejo e Atacado Alimentar, Bancos, Vestuário, Hotelaria, cafés, Bares e Restaurantes, Serviços de locação, Telefonia, artesanato, só para citar alguns. Vale a pena se questionar sobre como os setores estão se preparando para atender esta grande demanda que irá surgir, e que ações efetivas tem sido feitas neste sentido, visto que serão diversas culturas que aqui estarão consumindo e avaliando os nossos produtos e serviços. Que impressão estes turistas levarão de nosso país. É PRECISO INVESTIR, PARA NÃO SE PERDER
         Uma questão interessante a se discutir é o impacto positivo nas cidades próximas das sedes da COPA 2014. Nisia Floresta é um bom exemplo, município vizinho a Natal, que tem história e culinária peculiar, além de um grande litoral, onde se encontra uma grande parte dos empreendimentos turísticos do litoral sul. O que Nisia floresta pode ganhar com a copa de 2014 ? Este pode ser tema de um importante debate. Os turistas virão ver os jogos e circularam pelas praias e lagoas de nisia floresta. Será que a infra-estrutura que se dispõe hoje é adequada. Como estyão as vias e acessos as praias, lagoas, engenhos, pontos históricos, estão sinalizados, Será que se há segurança para proteger estes turistas, e os estabelecimentos de alimentação tem a higiene adequada. São questões básicas que precisam ser debatidas e que os gestores precisam se preocupar.                 
         Atualmente observamos que os turistas estão cada vez mais críticos e avaliam todos os fatores. Não há espaço para amadorismo, e não podemos deixar passar esta grande oportunidade que um evento global, desta magnitude acontecer em nosso país, e os municípios próximos a Natal, não conseguirem gerar emprego e renda para as suas populações, e implantar transformações em suas cidades e pontos turísticos que fiquem de legado.
         É preciso preparar a nossa população para este grande intercâmbio cultural que ocorrerá em nossa região, que receberá cidadãos de diversos países, em busca de lazer e conhecimento. Acredito que além de oferecer cursos básicos, idiomas, boas maneiras, história e cultura regional, é preciso educar. O impacto destes eventos em nossa cidade e região, e a importância do Turismo como gerador de riqueza e de intercâmbio cultural entre os povos precisa ser debatido. Acredito ainda, que e preciso estimular as pessoas para serem empreendedores tornando-as capazes de transformar idéias em negócios rentáveis, e que contribuam para a melhoria da cidade, e da região e das suas vidas, não sendo meros espectadores deste momento importante que nosso país vive e viverá até 2016. Neste sentido destaco o papel importante do SENAC e do SEBRAE que podem contribuir bastante para aqueles que desejem empreender e investir, mesmo que em pequenos negócios. Negócios estes que são fundamentais para gerar emprego e renda para as pessoas.
        Neste sentido, quero acreditar que nossos gestores serão capazes implementar as estratégias necessárias para desenvolver cada vez mais o Turismo, através dos investimentos públicos, parcerias com a iniciativa privada, bem como o estímulo ao surgimento de novos empreendedores na indústria do Turismo.

NÍSIA FLORESTA PARA MORAR E EMPREENDER